consumidor positivo

Consumidor Positivo: veja o portal para acessar sua vida financeira

Cesar Oliveira
banner-cartao-btg

O Portal Consumidor Positivo é um banco de dados que gerencia informações comerciais e cadastrais de mais de 130 milhões de empresas e consumidores com abrangência nacional. Trata-se de uma plataforma utilizada por empresas para consultar o perfil financeiro de potenciais clientes em relação a seu cumprimento de compromissos como pagador.

A ferramenta faz uso do CPF do usuário para consultas baseadas em um score gerado a partir do comportamento do indivíduo frente ao mercado. Assim, quando é feita uma solicitação de crédito, por exemplo, ela pode ser determinante para a decisão da instituição financeira por conceder ou não valores ao cliente.

A pontuação é resultado de uma matemática que leva em conta possíveis pendências e débitos em abertos. Sendo que o sistema é alimentado constantemente como um serviço de utilidade “comercial” pública. Porém, a pessoa física também tem acesso ao sistema, o que faz com que você possa antecipar eventuais empecilhos com os quais possa se deparar.

Um ponto de destaque é que o Consumidor Positivo também conta com informações sobre educação financeira. Então, além de apontar para o consumidor aquilo que merece atenção no seu score, conta com materiais dedicados a promover uma melhora na autogestão da sua vida financeira.

E, vale dizer, conta com uma interface simples e intuitiva, facilitando a sua vida. Quer saber todos os detalhes sobre o portal do Cadastro Positivo? Acompanhe nosso artigo.

A Boa Vista SCPC

A empresa Boa Vista Serviços é quem faz a gestão do Portal Consumidor Positivo. Seu banco de dados é alimentado com informações comerciais e cadastrais de mais de 130 milhões de empresas e consumidores em abrangência nacional. Assim, o serviço de utilidade pública acaba sendo disponibilizado tanto às instituições financeiras quanto aos usuários pessoa física.

Desde 2011 existe uma lei que disciplina a formação e a consulta a bancos de dados com informações de adimplemento. Isso tanto de pessoas naturais ou de pessoas jurídicas, para formação de histórico de crédito. E é justamente ela que regula o serviço. Num primeiro momento, era necessário que o consumidor se cadastrasse para entrar nessa relação.

A partir de 2019, porém, o banco de dados começou a ser alimentado automaticamente. Sendo que as informações relevantes passaram a ser remetidas pelos interessados para consulta de ambas as partes. E justamente por essa razão que você pode se preocupar – positivamente – com o seu score, caso tenha planos fazer alguma contratação junto a instituições financeiras.

E pode, inclusive, avaliar quais sejam as fragilidades do seu perfil para melhorá-los. 

Como funciona o Cadastro Positivo

A ferramenta conta com uma diferença direta em relação à tradicional forma de se consultarem informações sobre o perfil financeiro de um determinado usuário. Quando esse tema está em jogo, o primeiro que vem à mente é a Consulta ao Sistema de Proteção ao Crédito, o SPC. Nele, empresas verificam se o consumidor está negativado por alguma relação comercial. 

Contudo, o Cadastro Positivo conta com uma pontuação que leva em conta também aquelas em que usuário é positivado. Ou seja, a consideração aqui engloba tanto as contas que não foram pagas quanto aquelas que o foram. E é essa dualidade que puxa o seu score para cima ou para baixo. A depender dos eventos financeiros nos quais o CPF do consumidor seja participante. 

Quais informações alimentam o Cadastro Positivo

Pode parecer brincadeira, mas a verdade é que praticamente todas as contas do usuário contratadas junto a instituições oficiais têm seu lugar nesse banco de dados. Assim como boletos, carnês, faturas do cartão de crédito, contas de água e luz, telefone, empréstimos, financiamentos, etc. Todas vão estar por lá, contribuindo para o seu score.

Contudo, vale dizer, as informações se limitam a informar a efetivação ou não dos pagamentos. Por isso, detalhes das suas transações não estão presentes. Assim como não o estão detalhes dos seus saldos de conta bancária ou poupança. Ademais, não há informações sobre a vida pessoal do consumidor, tais como relacionadas à saúde, religião ou política. 

Quem pode acessar esses dados

Qualquer empresa que deseja saber o histórico de pagador de um determinado consumidor pode consultar no Cadastro Positivo usando o CPF. Além disso, as pessoas físicas também o podem. Isso serve para que saibam o que tais empresas levam em consideração no momento de determinar ou não um crédito solicitado. 

É obrigatório estar no Cadastro?

Não, você não é obrigado a ter seus dados disponibilizados por lá, mesmo que tenha sido incluído automaticamente. Caso você tenha interesse em sumir do radar, basta pedir a exclusão a uma das empresas que cuidam da administração do sistema. São os chamados birôs de crédito.

Essa solicitação não tem custo e é imediata e simultânea para todos os gestores de banco de dados que existam.

Porém, tenha em mente que o serviço é utilizado por praticamente toda e qualquer instituição financeira presente no mercado atualmente. Assim, ter um score positivo por lá pode ser o fator determinante para liberação de financiamento.

Como consultar o Cadastro Positivo

Se você tem interesse em descobrir como anda a sua imagem para o mercado, pode fazer uma consulta ao Cadastro Positivo com facilidade. Apesar de haver uma plataforma online (um site), seu uso é mais comum (e fácil) pelo aplicativo da empresa Boa Vista. Com ele, é possível consultar todas as suas informações pelo seu celular.

Primeiro, faça o download do app, o qual está disponível tanto para Android quanto para iOS:

Download: Android | iOS

Confira o passo a passo

Passo 1: O primeiro passo é você inserir o seu CPF. Na sequência, se for seu primeiro acesso, você será solicitado a inserir suas informações cadastrais. O Cadastro confirma o seu número de telefone por SMS, e, ao final, você cadastra a sua senha de usuário.

Passo 2: Depois, o Portal trata o usuário tal como se fosse o seu primeiro acesso novamente, sendo que será necessário confirmar alguns dados cadastrais. Tais como estado da emissão do RG, data de nascimento ou estado de origem. Tudo é muito simples e leva poucos cliques!

Passo 3: Agora, você estará na interface de uso da plataforma. Então, a primeira informação que verá será o seu score, ou seja, como as empresas estão enxergando o seu perfil de pagador. A pontuação máxima é de 1000 pontos. E o sistema conta com um sistema de avaliação por cores, no qual verde é bom e vermelho ruim.

Passo 4: Aqui, você pode navegar pelas informações que foram dadas por instituições financeiras em relação ao seu CPF. Serão constantes dados de cartão de crédito, parcelados, financiamentos, consórcios, entre outros. O sistema identifica, inclusive, quando há notificação sobre documentos perdidos a fim de evitar que usem seus dados indevidamente.

Passo 5: No Menu Dicas, você pode ter acesso artigos e cartilhas que intentam promover a educação financeira ao consumidor. A partir delas, é possível que você saiba como ter uma melhor saúde com o orçamento com que conta. Então, vale a pena dar uma passada por ali, caso você esteja necessitado.

E aí, gostou do artigo?

Agora você já conhece o Portal do Consumidor Positivo! Assim, pode consultar seu score. Quem sabe não antecipa a forma como as empresas estão olhando para o seu perfil de pagador para ter melhores resultados frente ao mercado? Tamanha a facilidade da consulta, só podemos dizer que vale a pena!

Confira mais conteúdo sobre cartões de crédito no blog do Meu Cartão de Crédito.

Total
0
Shares
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Anterior
cartao de credito aprovaçao imediata online

Cartão de crédito com aprovação imediata online: conheça 10 opções!

Próximo
como cadastrar o cartão para ganhar milhas

Você sabe como cadastrar o cartão para ganhar milhas? Descubra aqui!

Posts Relacionados
Total
0
Share